Enel Distribuição Ceará realmente existe? O que vemos são empresas terceirizadas desconhecidas com péssimos funcionários atendendo nas residências (eles chegam em sua casa como se fossem a única solução do mundo para seu problema e você tem que engolir isso), valores abusivos, demora na execução de serviços, cobranças indevidas, entre outros (a lista é grande).

Um caso que acompanhei bem de perto foi uma cobrança de conta que desencadeou em um corte do fornecimento, de uma senhora com mais de 70 anos, com câncer, e a única pérola que foi dita pelo mal educado funcionário: “não perderei meu emprego por causa disso”. Provavelmente ele não tem mãe, nem família, foi desenvolvido por meio de engenharia genética e programado para uma única missão.

O valor da conta seria pago nesse mesmo dia, rapidamente, porém o “excelente” profissional tinha uma missão programada em seu córtex cerebral, cortar o fornecimento de energia da humilde casa dessa senhora (que no momento estava deitada na cama, com seu ventilador ligado…). O mais interessante, podemos dizer assim, é que a filha dela, responsável pelo rápido pagamento, deslocou-se até uma unidade de atendimento da Enel para solicitar o rápido religamento (é claro que teve uma taxa para isso…), e para surpresa dela, no sistema acusava que a residência estava com fornecimento de energia normal.

Então o super funcionário, que cortou o fornecimento de energia, ainda não tinha enviado alguma espécie de relatório para a empresa, isso tudo em um período de algumas horas ou o super sistema da Enel (sendo executado no Windows 95) ainda não tinha atualizado os dados, fiquei imaginando a quantidade de reclamações, já que esse não foi um caso isolado.

Por curiosidade, acessei o Reclame Aqui, termômetro fiel quando o assunto é reclamação dos usuários. Nem precisei navegar muito, basta dar uma olhada na estatística da “evolução da reputação”, é uma linha reta e a palavra em destaque é RUIM (não tem pior do que isso).

A última é que a partir do próximo mês, as casas lotéricas deixam de receber o pagamento da conta. Segundo a empresa: “buscamos proteger os consumidores do reajuste abusivo proposto pela Caixa Econômica”. Mas e o péssimo atendimento de seus funcionários terceirizados? Quem vai proteger os consumidores dos verdadeiros imbecis que atendem de maneira desumana, com desprezo, dissimulados, sem informar nada?

“Dona Chiquinha”, a doceira, “Seu Francisco”, o vendedor de verduras, como eles conseguirão pagar a absurda conta agora? Terão que se deslocar para algum local mais distante de suas casas, da lotérica do “Seu Antônio”, que mora a mais de 40 anos no bairro… teremos filas cada vez maiores, mas tudo bem, o que importa é que a conta seja paga, para que nenhum imbecil terceirizado visite suas humildes casas.

É lamentável. Enel é uma multinacional e se diz uma das maiores empresas privadas do setor elétrico brasileiro, mas está cagando para seus clientes.

Ainda em tempo: Brasil, a eterna república das bananas elétricas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.